sexta-feira, 11 de janeiro de 2013

Depois que acorda!


Quando dormes tudo para
Quedas amortecem no cansaço
Sonhos engrandecem nomes
E fomes, fomes são finalizadas
Quando dormes!
Tens o leve sorriso terno
Sonhando, 
tens o breve momento
Que a pele necessita
Hesita do abandono
Dona do meu ombro e do meu pensamento
Quando dormes!
e nem se vê dormindo
E nem me vê te vendo
E quando acorda
É belo o dia
sempre será
Do teu sonho!

Nenhum comentário:

Postar um comentário