sexta-feira, 2 de março de 2012

No fim da tarde...
Um passeio perigoso
foi o que fizestes dentro do meu coração
No risco de se perder, no risco de me matar,
Aproveitou a vastidão Pulsante
do meu-algo-a-dizer Constante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário