terça-feira, 4 de outubro de 2011

Sobre o "Chef"

“O tempo das montanhas Indestrutíveis é com um pouco só de duvida, mas com muita certeza aquele auge do nosso espírito. Não deixemos que ele passe sem aproveitarmos o máximo porque vem depois a inevitável depressão. Sinto-me agora tão forte como uma montanha, sinto-me o início, sinto-me o destino sendo traçado. E o que é autodestruição pra quem olha pra trás e diz “que pena que eu não vivi aquilo”. Destruição é só tudo que hesitamos em fazer. Destruição no fim é a não destruição. Não tenha medo de cair de cara, vai ser muito bom lembrar que foi o tal "chef" depois de ter caído algumas vezes, ou que aprendeu a caminhar”

Nenhum comentário:

Postar um comentário