domingo, 28 de novembro de 2010

Trans-Torna ( me demolindo sorri)

O Gosto da manhã
não me eleva
me Amarga,
me Transtorna,

sufoca
os pensamentos
calmos
do fim das noites

O Cansaço de
Matéria
não existe
mas e o da Alma?

(Apreender
teu cheiro suave
Hipnotizar
em todo o teu Corpo

Não te dizer
meu amor
para não estragar tudo
Te querer e acordar
Vazio de ti.)

(Teus Olhos...Olhos...não dizem...dizem...afundam-me)

Nenhum comentário:

Postar um comentário