segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Enfim... Os Restos de uma Super-Nova são a nossa existência (em nove atos do meu dia transpostos ao horário regular de Manaus)

*04h30min(ATENÇÃO: grita o Dia)

Fastio e cenário
Onde padronizei
O ideal da Felicidade (!/?)

*08h00min (previsão do tempo)

Some um pouco o sol,
Nuvens ameaçam
se evaporar,
Mas sempre estão
neste lugar
Nunca chove!
só a ameaça rompe,
para dar o prazer
do comentário:
-Acho que vai chover!

*09h30min (ações metafísicas)

Olá!
Bom dia!
Como você está?
Até mais!
Vejam lá!
Aqueles são os papéis
e suas localidades
Lá se vão:
em costas,
em pastas,
em caixas,
Multi-Mudas
de abarcarem palavras,
vão em passos nossos
São dados
essenciais
para os argumentos
Multi-Mudos
Esse Horizonte
vai sempre
Ser inalcançável
como um Carrossel
velozmente rodado
Turvando as Imagens( 2.1)
Das tentativas de ver
Contra o Impulso
de quem quer ir
Contra

*10h00min (Ilusões reais das Ilusões)

Um Racho rachando
o céu azul (?/!)
sinais de infiltração( ?/!)
ou a casca não mais resistindo( ?/!)
Sai um Facho
faiscante de luz(?/!)
que cega(?/!)
ou completa a verdade inabalável(?/!)

*12h00min (posição de ataque que impõe a posição de defesa)

-Não quero ainda entrar!
me deixa um pouco mais lá fora!
Quero mais imagens! (2.2)
Quero o Colo
do Descanso
da Isenção
Ver como aquele marido
Em sua Natureza
Reprime suas mulher,(ainda)
e na Lógica Fálica
Reproduz,
como reprodutor
que é,
uma nota de Observação:
-Ela tem tudo! Porque eu coloco dentro de casa

*14h00min (depois do almoço, no susto de uma cochilada involuntária)

Acho que antes do almoço
me peguei pensando
que podia conquistar o mundo
e depois me toquei estar num domingo,
em impressões de ter vivido isso antes,
Semana passada
Talvez
Fosse tudo muito
(mais /mas) conflitante

*17h00min (na sarjeta me pronuncio sobre o noise e o nonsense)

Queria ter o domínio
total do outro,
(sobre um espelho)
e de suas reações
Transeunte na rua,
Figurante importante,
Questão de crânio:
porque sem necessidade vivo necessariamente vivo( ?/!)

*21h00min (fusão do problema e da solução)

Vivo!
Embuste
para fortes e fracos
que faz explodir
minha cabeça
Uma taça
de Dipirona Sódica
para mim!

*00h45min
))Amarguei essas palavras do alívio da dor de cabeça(deveras sentida) fingida, apenas para finitar papéis digitais((

Vou dormir
Mas vai levar
Pelo menos umas três horas
Até lá.
Até lá
quero ver se ouço
De novo
O Dia gritar


Obs: Imaginem aqui que o velho Bob Dylan irá executar a Música sobre “a resposta que paira ai pelo vento”(Blowin’ in the wind) em rotações drasticamente mais lentas.Ouçam!...sua gaita gritou aterrorizantemente. Um grito da velocidade do universo INFINITO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário