sábado, 3 de julho de 2010

Ao Sumo de nosso Intimismo uma observação

-Em boa parte dos fragmentos de pensamento que tenho quando não estou realizando atividades sócio-extra-vitais, gosto as vezes de defender a Subjetividade e as vezes atacá-la...

(...Séculos passados, anos passados, dias, horas, segundos...)

-E Verifico que: A raiz dos ataques e das defesas que tenho fazem parte ao mesmo tempo de um jogo de interesses muito pessoal e de um condicionamento das minhas limitações cotidianas...

( E o mundo só olha mudo)

Nenhum comentário:

Postar um comentário