sábado, 12 de junho de 2010

Fanatismo como redenção ou um Monstro

O Ser foi acusado e transformado em Monstro pelas mãos inquisidoras. Estas mãos vinham aos montes para festejar com o licor que escorreria da certeza de culpa do Monstro e do castigo "mais que justo". Ah! um espelho na hora fatídica e tudo teria se resolvido!. Um espelho na hora revelaria a relatividade de qualquer julgamento .Mas não!,nada de espelhos em nenhum lugar. Antes foram dilaceramentos de corpo alheio e o olhar furiosamente prazeroso de quem criava a expiação de suas próprias culpas. Eram eles em infinitude, queimando, esquartejando,e provando como havia verdade absoluta por sobre a terra. O dia era impassível( azul e ensolarado) e não alterou os sentimentos perante os instintos desses projetos da natureza, criados a base de um cérebro, que lhes fazia pensar em racionalismo. No fim, o Monstro,antes ser, era agora só sujeira no campo do massacre. Em algum dos espaços vários em que estava, o que antes foi o Monstro, uma das partes havia de ser a sua cara(o resto), uma cara que antes viva, mostrava não entender nada do que todos os outros compreendiam instantaneamente. Todos estavam certos de que, qualquer um que avançasse estranhado na perna importantíssima do senhor Imperativo,representante de todos os falsos poderes políticos,(vestido com um tradicional terno das raças superiores), e ao avançar, lhe arrancasse um pedaço da perna(que valeu pela forma imponente, agressiva e falsa com que chegou o homem no "eterno terno" a casa desconhecida do monstro),esse que se atrevesse!...(e que se atreveu a realizar o desejo coletivo de todos) ,no alto de seu "irracionalismo", seria racionalmente punido com a morte. E olhem bem que eram vividos(e ainda se vivem) tempos da democracia!, e um Cão, morador das ruas, doente de Raiva( que não podia se conter),foi impiedosamente primeiro tachado de monstro, e depois esfarelado a um nada sobre a IRA coletiva dos fanáticos.

2 comentários:

  1. Olá, obrigado pela visita no Ópera Soturna e desculpe por demorar a responder, estava sumida ralmente. Gosto do jeito que você escreve, mostra força, eu diria até um pouco agressivo, acho que consegue transmitir o que quer.

    Seguindo, bjs!!

    ResponderExcluir
  2. Oi querido obrigada pela visita! Gostei muito das tuas escritas, e sobre o "vomitando palavras" tu disse exatamente o que eu quero passar, mas que talvez não consigo me expressar, tanto como tua percepção. Bjs

    ResponderExcluir